Le Corbusier e Renault


Le Corbusier sobre rodas? Isso mesmo. A montadora Renault apresentou na França o modelo-conceito ‘C’ cuja inspiração foi o período modernista do arquiteto, nos anos 1930. Foram dois anos de pesquisas e estudos até se chegar no design ideal para o coupé.

Os conceitos do arquiteto foram traduzidos no caráter minimalista e estilo geométrico do carro. A estrutura assumida na estética, a simplicidade e a elegância das linhas também podem ser vistas no modelo.

O carro é uma homenagem da marca francesa ao arquiteto suíço pelos 50 anos de sua morte, em 1965. O veículo ficará em exposição até o dia 20 de março, na mostra “Cars for living: the automobile and modernism in the 20th and 21st centuries”, em Villa Savoye, nos arredores de Paris, onde está o acervo de projetos e objetos pessoais do arquiteto.

Nascido Charles Edouard Jeanneret-Gris, ele foi um dos mais importantes arquitetos do século 20. Conceitos desenvolvidos por ele, como a planta livre, o pilotis e o terrace-jardim até hoje são utilizados em projetos de arquitetura pelos quarto cantos do mundo. Le Corbusier acreditava que as casas eram “máquinas de morar” e deveriam primar pela funcionalidade. O arquiteto morreu afogado aos 78 anos, em pleno Mar Mediterrâneo.