Zürich West é revitalização que deu certo


Uma área industrial a oeste de Zurich, a capital financeira da Suíça, viveu na última década o seu renascimento. De área industrial abandonada a novo pólo cultural e gastronômico da cidade, Zürich West é surpreendente e boêmia.

O blog esteve na cidade e viu de perto o que o apoio da sociedade com o investimento da iniciativa privada – assim como o poder público agindo como se deve – podem fazer por uma área degredada de uma grande metrópole. A região, às margens do rio Limmat, foi gradativamente perdendo a concorrência com as cidades chinesas, assistindo a diversas indústrias locais fecharem as portas rumo ao país oriental. O cenário do distrito acabou dominado por grandes galpões fechados e com o entorno da estação central de trem desprezado pelo comércio.

Foram cerca de 5 bilhões de francos suíços investidos, com a participação de grandes escritórios de arquitetura na revitalização de vias e prédios. A iniciativa deu certo e, hoje, a região é a mais aquecida do mercado imobiliário e de construção civil na cidade. Dentro de tudo o que foi feito, três lugares são destaques: o IM VIADUKT, o SCHIFFBAU e o PULSE 5.

O IM VIADUKT é projeto do escritório EM2N. São 500 metros de arcos ferroviários do viaduto Wipkinger, com estruturas de pedra erguidas por seis mil operários no século 19, que foram transformadas em uma inusitada área comercial, com lojas, galerias, delis e restaurantes sob estes vãos. A dica ali e o Markethalle, uma espécie de mercado hortifruti com restaurante natural: delicioso e cool.

O SCHIFFBAU foi o precursor desta renovação, abrindo as suas portas em 2000. O edifício, de 1805, começou como  uma antiga tecelagem de fios de algodão que, no século seguinte, passou a fabricar motores para navios. No final do século passado, com a crise da indústria local, ele fechou as portas. Adquirido por um grupo de investidores, virou um pólo cultural, com três salas de teatro, o clube de jazz The Moods e restaurante contemporâneo La Salle – um dos mais conceituados da Suíça –, tudo no mesmo galpão.

O PULS 5 é um imenso prédio industrial de 16 mil m2, com pé direito de 12m de altura, uma antiga fundição transformada em pólo gastronômico e de eventos. O projeto de renovação é do escritório KSA, que venceu o concurso público para a obra por privilegiar a manutenção de antogos maquinários da fábrica na proposta de uso.