Revista Monolito SKR | Palazzo Merano


Palazzo Merano (1996/2000), São Paulo
Por Fernando Serapião 

Este edifício de apartamentos de alto padrão agrupa 19 unidades, sendo 18 delas com aproximadamente 450 metros quadrados, além de uma cobertura, no décimo oito andar, com dois pisos. O prédio fica implantado em um terreno na Vila Nova Conceição, na esquina da rua Domingos Fernandes com a rua Lourenço de Almeida, próximo ao parque Ibirapuera. A proximidade com a área verde pública induziu a angulação do volume construído para que as salas de estar e jantar dos apartamentos deixassem o paralelismo das vias e se encontrasse um eixo favorável à vista panorâmica voltada para o parque.

O ângulo da planta, de 45⁰, também ajudou a organizar os acessos do térreo, com destaque para o porte-cochère que protege o visitante. O piso de acesso tem pé-direito duplo, onde se destacam caixilhos que acompanham as marcações horizontais das faixas das placas de granito que revestem o prédio. O hall de acesso e o salão de festas possuem o mesmo revestimento externo, o que facilita a integração entre dentro e fora.

Além do granito, as fachadas possuem trechos revestidos com mármore travertino, como o dos dormitórios voltados para a rua Domingos Fernandes, o que ajuda a ampliar a percepção dos volumes e saliência que formam o edifício.

Edifício Palazzo Merano
Local São Paulo
Data de início do projeto 1996
Data de término da obra 2000
Área do terreno 1.943 m²
Área construída 14.549 m²
Arquitetura Aflalo & Gasperini - Gian Carlo Gasperini, Roberto Aflalo Filho e Luiz Felipe Aflalo Herman (autores)
Paisagismo Benedito Abbud
Instalações Manfredo Rewald
Incorporação e Construção SKR