Revista Monolito SKR | Palazzo Ducale


Palazzo Ducale (1997/2001), São Paulo
Por Fernando Serapião 

Este edifício de apartamentos de alto padrão possui 15 unidades, distribuídas em 16 pisos: são 14 unidades-tipo, cada uma com 355 metros quadrados de área privativa ocupando um andar, e uma unidade de cobertura duplex. Localizado no fim da rua Peixoto Gomide, próximo ao limite entre os bairros de Cerqueira César e Jardim América, o desenho privilegiou a vista panorâmica em direção ao bairro-jardim, ocupado por casas e com traçado urbanístico e massa arbórea protegidos pelo patrimônio histórico.

Por isso, as áreas nobres das unidades - salas e dormitórios - são abertas para a face lateral sudeste. Este trecho do volume é delimitado, nas duas extremidades, por balcões e varandas curvas. A porção frontal, em balanço, é marcada pela curvatura da varanda social, voltada tanto para a rua quanto para lateral; no meio, os dormitórios são marcados por balcões; e, no final deste trecho, a suíte principal é arrematada com balcões curvos.

Um dos destaques do edifício é o revestimento de pastilhas de vidros incolor, criada pelo fabricante para atender ao empreendimento. Aprimoradas, as pastilhas incolores foram lançadas no mercado como um novo produto.

No pavimento térreo, além dos acessos, estão áreas comuns, como salão de festas, piscina coberta e área para reuniões. No mezanino ficam a sala de ginástica e o apartamento do zelador.

Edifício Palazzo Ducale
Local São Paulo
Data de início do projeto 1997
Data de término da obra 2001
Área do terreno 1.158 m²
Área construída 9.423 m²
Arquitetura Donini Arquitetos Associados - Marco Donini e Francisco Zelesnikar (autores)
Paisagismo Jamil J. Kfouri
Elétrica e Hidráulica Manfredo Rewald
Estrutura Aluizio A. M. D`Ávila
Fundações Fundacta
Ar-condiocionado Thermoplan
Consultorias Mário Newton Leme (caixilhos); DGG (mármores)
Incorporação e Construção SKR