Moradia para uma geração em trânsito


A indústria da construção tem sido uma das mais lentas na revisão de seus métodos e na adoção de inovações. A bringa ainda se dá pela varanda gourmet e pelo preço do metro quadrado. A inquietação existe em alguns integrantes do processo.

A SKR apresentou um novo modelo de concepção de produtos, um sistema que pretende dar conta das novas formas de morar, da utilização dos espaços e do impacto de um empreendimento em paisagem urbana. O Compass foi concebido a partir de um grupo multidisciplinar de arquitetos, designers, especialistas em tendências, artistas e empreendedores digitais que utilizam as técnicas do design thinking para chegar a propostas contemporâneas. Entre eles estão o arquiteto Angelo Bucci, o publicitário Alexandre Porto, CEO da IN3, e a especialista em Consumer Insights, Paula Limena.   

Há um olhar especial para os millennials e os impactos de uma sociedade de sua visão de mundo. Isso significa, de forma bem resumida, conceber um prédio, por exemplo, sem quarto de empregada, mas com um coworking em que a máquina de café possa ser compartilhada por todos os moradores. A ideia do salão de festas fechado à chave da lugar para um espaço em que durante uma festa um vizinho possa se achegar. É uma tentaiva de atender as "expectativas de uma geração que já nasce em trânsito e sem barreiras de tempo".

Claro que a tecnologia faz parte desta história, mas não como "puxadinho". O Compass nasceu já com uma plataforma digital, em que o app de gerenciamento de vários aspectos de vida do morador, é o desdobramento mais visível. Com ele, vai ser possível pagar o condomínio, liberar a entrada de um visitante, marcar uma sessão de massagem, agendar uma entrega, pedir um eletricista, reservar uma mesa no restaurante mais próximo. Isso porque além de conectar todos os serviços do prédio, a companhia está desenvolvendo uma rede de fornecedores e credenciando estabelecimentos para a conveniência de morador. O primeiro empreendimento no conceito será lançado no bairro de Moema, em São Paulo, com o nome de Nomad.

Por Angela Klinke - Especialista em tendências de consumo, business do lifestyle e mercado de luxo.