Revista Monolito SKR | Fascino


Fascino (2001/2006), São Paulo
Por Fernando Serapião

Este edifício de apartamentos, implantado na esquina da rua Peixoto Gomide com a rua Tatuí, no bairro paulistano de Cerqueira César, possui 13 unidades-tipo com 380 metros quadrados cada uma (mais um apartamento dúplex na cobertura).

O térreo abriga hall de acesso e piscina coberta, ambos com pé-direito duplo, sendo o mezanino destinado à sala de ginástica e à zeladoria.

O prédio é atendido por três elevadores, dois dos quais destinados a entrada social. Os apartamentos têm quatro suítes, além de escritório, sala de estar e de jantar, copa, cozinha, lavanderia e dependências de serviços. As áreas de estar e de jantar são circundadas por ampla varanda em L, que contorna a esquina. Com o perímetro externo apoiado em quatro pilares, a varanda ajuda a marcar o ritmo geométrico da fachada, que possui inspiração art déco, solução realçada pelo desenho do guarda-corpo.

O L definido pela varanda social antecipa a distribuição das áreas sociais e íntimas das unidades que, de certa forma, também se abrem para as duas vidas: enquanto a sala possui sua maior testada voltada para a frente, ou seja, a rua Peixoto Gomide, três dos quatros dormitórios estão abertos para a rua Tatuí. Dois quartos possuem varandas e outros dois (mais o escritório) têm aberturas marcadas por balcões. A zona de serviço, por fim, ocupa a porção oposta ao vértice da varanda principal.

Edifício: Fascino
Local: São Paulo
Data de início do projeto: 2001
Data de término da obra: 2006
Área do terreno: 1.250 m² 
Área construída: 9.861 m² 
Arquitetura: Aflalo & Gasperini - Gian Carlo Gasperini, Roberto Aflalo Filho e Luiz Felipe Aflalo Herman (autores)
Interiores: Arthur Casas
Paisagismo: Benedito Abbud
Fundações: Fundacta
Estrutura: Aluizio A. M. D`Ávila
Instalações: Manfredo Rewald
Incorporação: SKR, Sanca e BBZ
Construção: SKR
Fotos: Leonardo Finotti